Há tantas maneiras de se gestar!
Primeiro gestamos o sonho de crescer, de fazer 18 anos ...
Depois gestamos tantos sonhos do campo do fazer.
E gestamos sonhos do campo do amar.
Mas, quando chega o tempo de gestar outra vida ...
Aí chega a grande experiência que ensina:
O quanto é preciso se envolver, se doar quando se quer levar até o final um projeto ...
O quanto é preciso saber priorizar e se abster de outras vontades ...
O quanto é preciso saber esperar, mas uma espera, uma paciência ativa, implicada ...
O quanto se aprende que, quando não se fala pela voz, os sentimentos,
as emoções comunicam ...
O quanto o outro também sempre é determinante, e em algum grau há uma cadeia implicada ...
O quanto tudo tem um tempo, há o tempo em que tudo aparece melhor,
se visibiliza o processo ...
O quanto não há verdadeira construção intrinsecamente ligada à vida,
que não tenha seu marco de dor ...
E o quanto, quando se pensa que agora finalizamos o projeto, é quando na verdade
tudo se reinicia ...
E neste envolvimento lindo que fazemos com a vida, de tudo, importa lembrar:
Posso ter braços e pernas, mas se eu não tiver saúde, o que eu faria?
Posso ser um grande intelectual, de hábil inteligênvia, mas se eu não tiver sensibilidade, que desastrosas coisas então eu faria?
Posso fazer tudo, mas desde que em tudo haja amor, porque se não tiver amor ...
o que tudo seria então?

Queridas colaboradoras Mamães do nosso Quintal Mágico,
Parabéns pela dádiva de ser mãe!
Que sempre lembremos que este é o nosso maior projeto de vida e é o que conosco seguirá se desenvolvendo para sempre!

Parabéns!!
Feliz Dia das Mães

Direção e Coordenação

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Memória Ativa

Abril-2009
Março-2009
Fevereiro - 2009
Encerramento - 2008
Feira de Ciências do Ensino Fundamental - 2008
Feira de Ciências da Educação Infantil - 2008
Outubro-2008
Setembro-2008
Agosto-2008
Olinqui-2008
Festa Junina-2008
Maio-2008
Abril - 2008
Março-2008
Piquenique 1ª e 2ª e Acampamento 3ª e 4ª
Feira de Ciências 2007
Setembro-2007

 
 
Videobits ®